Maior Blog de Gestão de

Projetos do Brasil

Juntes aos nossos milhares de leitores e receba atualizações, ebook, webinario, planilhas, templates, artigos e dicas imperdíveis para ter sucesso na gestão de projetos.

Plataforma de BI

Ferramentas de BI: conheça as 8 melhores ferramentas para a sua empresa

Na gestão de um negócio, existem as estratégias e as ferramentas. Ambas são indispensáveis e funcionam em conjunto. Entre as ferramentas que permitem que a estratégia seja colocada em prática, o investimento em uma plataforma de BI é uma ótima forma de transformar o planejamento da empresa em realidade.

Boas soluções de Business Intelligence auxiliam a empresa a identificar demandas, otimizar rotinas e avaliar o impacto das suas ações. Ao mesmo tempo, permitem que o gestor prepare melhor os seus times e consiga manter um bom posicionamento da marca no seu mercado de atuação. Mas isso só pode acontecer com o uso de boas soluções.

Neste post, você vai conhecer as oito melhores ferramentas de BI. Vamos começar?

O que é BI

Antes de pensar em quais ferramentas de BI sua empresa deve adotar, você precisa entender bem o que é a estratégia conhecida como Business Intelligence — e, então, você sabe o que é BI?

Em resumo, Business Intelligence consiste em reunir e analisar dados sobre um negócio, gerando informação que será relevante — ou melhor, crucial — para a tomada de decisões. Esses dados podem ser internos (sobre o fluxo de produção, a eficiência das operações administrativas, os prazos logísticos, entre outros) ou externos (sobre os concorrentes, o cenário econômico, as questões políticas, entre outros).

Agora que você sabe o que é Business Intelligence, fica bem mais fácil entender também o que serão as ferramentas de BI: recursos que permitem simplificar ou automatizar completamente a tarefa de coletar dados, bem como organizá-los para facilitar sua análise.

Quais as vantagens de investir em uma plataforma de BI?

Investir em uma boa plataforma de BI pode afetar a empresa de várias formas. Veja a seguir quais são os impactos positivos que essa ferramenta traz para a sua companhia!

Remove a gestão intuitiva

Um dos maiores problemas que uma empresa pode ter é investir em uma gestão intuitiva. A tomada de decisões não pautada por dados robustos amplia riscos e problemas a médio e longo prazo. Ao mesmo tempo, pode levar a um número maior de prejuízos para a companhia.

Com o BI, esse cenário muda. A empresa passa a decidir o seu futuro pautada por dados. Consequentemente, o risco de algo de errado acontecer será muito menor.

Dá respostas mais rápidas aos problemas existentes

Ter agilidade na hora de posicionar o negócio é algo fundamental no cenário atual. Empresas que demoram a agir diante de novos desafios perdem grande competitividade. Além disso, ficam expostas à possibilidade de terem clientes insatisfeitos.

No ambiente em que o Business Intelligence é utilizado, isso deixa de ser um grande risco. A empresa poderá identificar tendências e avaliar o melhor caminho a ser tomado em um prazo muito menor: com alguns cliques o gestor conseguirá combinar registros e avaliar qual o melhor caminho tomar para planejar projetos, realizar investimentos ou otimizações no fluxo de trabalho.

Dá mais abrangência para relatórios

Os relatórios corporativos são um importante mecanismo de gestão. Esses documentos facilitam a avaliação da qualidade de investimentos e os resultados de projetos. Ao mesmo tempo, permitem que o empreendimento identifique se as suas escolhas foram bem-feitas e quais lições tomar de cada projeto, aplicação ou ação corporativa.

O BI torna os seus relatórios mais abrangentes e robustos. A empresa fará documentos com mais dados e insights inteligentes e inovadores. Assim, o planejamento de médio e longo prazo será mais robusto.

Facilita a busca por novas oportunidades para otimizar a empresa

Um dos desafios que gestores enfrentam é a necessidade de sempre manter a empresa alinhada com as demandas do mercado. Isso deve ser feito seguindo vários caminhos, como o investimento em novas metodologias e boas práticas. Afinal, a empresa precisa estar sempre com as bases para ter uma alta performance.

Nesse contexto, uma plataforma de BI é um ótimo método de reduzir as dificuldades para otimizar o ambiente de trabalho. A análise de indicadores se torna mais robusta e abrangente. Como consequência, o time poderá avaliar continuamente o que pode e deve ser otimizado para evitar riscos ou eliminar erros.

Quais fatores considerar na escolha das ferramentas de BI

Você vai conhecer, neste post, a nossa seleção das melhores ferramentas de BI. Mas isso não quer dizer que você é obrigado a usá-las. Você pode, é claro, pesquisar e decidir por si mesmo quais são as melhores ferramentas disponíveis no mercado.

No entanto, para fazer uma boa escolha, é preciso considerar um conjunto de fatores. Cada um deve ser avaliado para permitir a identificação da ferramenta que melhor se alinha com as suas necessidades e metas de médio e longo prazo. Confira os mais importantes a seguir!

Velocidade

Lembre-se de que o propósito das ferramentas de BI é viabilizar a estratégia, que seria impraticável manualmente devido ao tempo necessário para colocá-la em prática. Portanto, é lógico que, quanto mais rapidamente a ferramenta for capaz de processar dados, maior é a sua eficácia.

Ter uma plataforma de BI ágil garante ao negócio o máximo de agilidade na hora de responder às demandas existentes ou mudanças do mercado. Também facilita a execução de um fluxo de trabalho com alto valor agregado. Afinal, os times sempre terão os meios necessários para entregar os resultados esperados pelo cliente antes do concorrente.

Estabilidade na performance

Você não quer correr o risco de implementar uma ferramenta que apresenta problemas técnicos, deixando você na mão na hora de buscar informações para embasar uma decisão importante. Portanto, avaliar a estabilidade na performance da plataforma de BI é algo crítico.

Esse fator se dá em duas frentes, que são:

  • a escalabilidade da solução, que garante a ela sempre uma performance proporcional à demanda;
  • a compatibilidade com a infraestrutura da empresa, o que evita erros durante o seu uso.

Facilidade de uso

A complexidade da ferramenta, do ponto de vista do usuário, é uma forte barreira. Quanto mais difícil for a operação do sistema, menor a chance de você conseguir o apoio necessário para investir na sua implementação.

De qualquer forma, mesmo para as ferramentas de BI relativamente mais simples, é recomendável que você tenha uma equipe de colaboradores especializados em sua operação. Essa estratégia amplia a integração da plataforma de BI no dia a dia da empresa. Desse modo, o seu uso será muito mais disseminado, assim como os impactos que ela traz!

Custo-benefício

É importante que você busque ferramentas de BI que sejam compatíveis com o orçamento do seu negócio. Ao mesmo tempo, elas devem oferecer os recursos e funcionalidades que sua empresa precisa — nem mais e nem menos. Cuidado para não cair na armadilha de escolher uma ferramenta com um potencial que vai ser pouco aproveitado, por sua empresa não precisar de tudo isso.

Ou seja, foque sempre no custo-benefício da solução. Avalie como ela poderá ajudá-lo a ter melhores resultados e o seu impacto em potencial de médio e longo prazo. Somente assim você poderá contratar uma plataforma de BI com alto retorno sobre o investimento.

Segurança de dados

A plataforma de BI da empresa lidará com dados muito relevantes. Por isso escolha uma que seja capaz de fazer isso com bons mecanismos de proteção de dados. Afinal, a empresa jamais deve colocar as suas informações expostas em troca de mais competitividade.

Por isso não deixe de verificar os recursos de proteção e privacidade existentes. Avalie como os dados são processados pela plataforma de BI e os controles existentes. Também avalie a política de updates: ela é um passo básico para corrigir eventuais bugs e vulnerabilidades que levam a vazamentos.

As 8 melhores ferramentas de BI

Agora, você vai descobrir quais são as oito melhores ferramentas de BI disponíveis no mercado. Cada uma delas tem suas vantagens: algumas são gratuitas, outras são mais fáceis de operar, outras permitem agregar dados a partir de várias fontes… Sua missão é descobrir qual delas traz mais benefícios para a sua empresa.

1. IBM Watson Analytics

A IBM é uma empresa norte-americana de TI com mais de cem anos. Sua ferramenta, IBM Watson Analytics, vem em duas opções: Plus e Professional. A diferença entre elas é que a versão Professional permite o acesso de múltiplos usuários.

Quem implementa essa ferramenta conta com uma comunidade online e um blog oficial para buscar dicas de como usá-la. Além disso, com o IBM Knowledge Center é possível encontrar documentações sobre como aproveitar todos os seus recursos.

2. Microsoft Power BI

Criada pela Microsoft, essa ferramenta permite criar painéis e relatórios dinâmicos em menos de cinco minutos. Outra característica do Microsoft Power BI é a possibilidade de conectar-se a uma ampla gama de fontes de dados, desde planilhas do Excel até redes sociais, como o Facebook.

Por ser integrado à Azure, o Power BI é bastante robusto e confiável. Os usuários terão o apoio de uma poderosa rede de cloud computing para gerar relatórios. A empresa sempre poderá avaliar qual a melhor decisão tomar, mesmo que os seus times não estejam no ambiente de trabalho tradicional.

3. Google Data Studio

Assim como a grande maioria dos serviços da Google, o Data Studio é gratuito e qualquer um com uma conta de Gmail pode usá-lo. É claro que ele se conecta com fontes de dados da própria empresa, como o Google Sheets (planilhas online) e o AdWords.

Para quem trabalha com a G Suíte e outras ferramentas do Google, o Data Studio pode ser uma ótima escolha. Afinal de contas, ele tem uma integração nativa com as soluções da empresa. Assim, os times terão mais agilidade e praticidade para integrar o software no seu dia a dia.

4. Tableau

Uma característica do Tableau que merece destaque é o VizQL. Esse é um sistema de arrastar e soltar, que permite reorganizar as informações para compreendê-las melhor e gerar novos insights.

Por ser focado em análises visuais, o Tableau é muito fácil de ser utilizado por novos usuários. A sua curva de aprendizado, em outras palavras, é relativamente curta. Isso reduz o tempo de treinamentos e aumenta o engajamento no uso da solução.

5. BIRT

Essa é uma plataforma open source, isto é, de código aberto. Isso significa que desenvolvedores têm acesso ao código usado para programar o BIRT e podem usá-lo para criar modificações e melhorias ou, até mesmo, para desenvolver novas soluções em ferramentas de BI.

No entanto, para você, o que importa é que o acesso ao BIRT é livre. Porém, como ele não é uma ferramenta comercial, fique atento: você não vai contar com muito suporte. Qualquer problema terá que ser resolvido usando a documentação disponível online ou perguntando à comunidade de usuários.

6. Jaspersoft

Jaspersoft oferece uma ferramenta de BI hospedada em nuvem (especificamente, por meio da AWS — Amazon Web Services) por um valor acessível: menos de $1 por hora.

Com isso, tenta resolver um grande problema para as empresas que pagam por mais do que realmente necessitam. Além disso, facilitando o acesso, permite visualizar os relatórios diretamente em seu smartphone ou tablet.

7. Pentaho

A promessa dessa ferramenta é facilitar o acesso para todos da sua equipe, de desenvolvedores a usuários comuns. Além de oferecer a solução, a Pentaho ainda oferece treinamentos e até certificações para trabalhar com análise de dados.

O Pentaho tem como um de seus diferenciais o fato de ser de código aberto. Isso facilita a sua personalização e uso disseminado no ambiente de trabalho: a partir do estudo do código-fonte, você pode verificar informações, modificar recursos e adotar novas APIs no aplicativo com o apoio do seu time de desenvolvimento.

8. Project BI

A solução da Project Builder foi desenvolvida para ajudar um usuário específico: o gestor de projetos. Com isso, permite determinar quais são os projetos que realmente trazem retorno para a empresa, facilitando a decisão de priorizar um ou outro. Além disso, também possibilita otimizar a gestão de recursos e identificar gargalos.

Imagine utilizar o BI nos seus projetos? Com a ferramenta do Project Builder, isso é possível. Como consequência, você pode entregar ao seu time um planejamento muito mais robusto para cada etapa dos projetos.

O uso do BI está se tornando algo crucial para o sucesso de qualquer empresa. O apoio dessa tecnologia consegue reduzir custos e melhorar o posicionamento da empresa. Nos projetos, ela melhora a capacidade de planejar e otimizar rotinas rapidamente.

Por isso não deixe de escolher uma plataforma de BI para a sua empresa. Faça uma análise completa das opções disponíveis e o que pode ser adotado pela empresa no seu dia a dia. Assim, será muito mais fácil agregar valor aos serviços e projetos do negócio!

É aqui que encerramos a nossa lista das melhores ferramentas de BI. Compartilhe este post com os seus parceiros para que eles também conheçam os impactos de uma boa plataforma de BI!

Comece Agora!

falar-com-consultor-de-projetos

Quero falar com consultor

Converse com um de nossos especialistas sobre o Project Builder

Fale com consultor

demosntracao-software

Quero ver uma demonstração

Veja em detalhes como o Project Builder funciona.

Solicitar Demonstração

teste-programa-portfolio

Quero fazer um teste

Conheça na prática e use o PB por 15 dias gratuitamente

Solicitar teste

Para receber nossas novidades:

A Project Builder tem uma equipe pronta para entender suas necessidades e propor soluções efetivas.
info@projectbuilder.com.br

Av. Rio Branco 109, sala 2201 (cobertura)
Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20040-004

© 2019 Project Builder
Gerenciamento de Projetos

endeavor_empresas
%d blogueiros gostam disto: