Blog PB

Tudo sobre Gestão de Projetos.

Prevenção de riscos é chave para gerenciamento de projetos

Já dizia a nossa avó que a prevenção de riscos é melhor do que remediar. Isso se aplica ao seu dia a dia profissional. Ter o gerenciamento de riscos entre suas melhores práticas é fundamental para o sucesso do projeto. Isso força sua equipe a considerar os deal breakers (impedimentos) no projeto e estimula a proatividade no planejamento e na implementação de soluções.

O recente relatório do Project Management Institute, PMI’s 2012 Pulse of the Profession (pulso da profissão), constatou que mais de 70% dos entrevistados sempre ou frequentemente usam as técnicas do gerenciamento de riscos para gerenciar seus projetos e programas, e que essas práticas conduzem a maiores taxas de sucesso.

Para entender um pouco melhor da importância da prevenção de riscos, confira este caso:

Um gerente de projetos supervisiona uma equipe elétrica responsável por instalar equipamentos elétricos e audiovisuais. As equipes de construção e de engenharia civil entregaram o local completo e decorado, pronto para a fase final. Para o desalento do gerente de projetos, os projetores não se alinhavam com as telas, o que inutilizava sua função ali.

Qual foi o erro?

As equipes de construção e de engenharia civil haviam alterado as dimensões das salas. O cliente falhou em comunicar as mudanças para a equipe elétrica. Supondo que o projeto foi executado de acordo com o planejado, o gerente de projetos planejou e apresentou os esquemas elétricos baseados nas dimensões originais da sala. Esses planos se tornaram inúteis quando as dimensões da sala foram modificadas, o que distorceu a posição correta do equipamento.

A solução encontrada pelo gerente de projetos foi desenhar e apresentar novos esquemas elétricos. As paredes e o teto tiveram de ser quebrados para acomodar as mudanças, o que provocou atrasos e aumentou custos, trabalho – e frustração.

Uma forte pesquisa de riscos e um plano de implementação teriam evitado essa situação. Muitas suposições não foram contestadas e os riscos relativos às várias dependências externas foram negligenciados.

Nesse caso, a comunicação proativa com o cliente e com outras equipes envolvidas deveria ter sido planejada como parte do gerenciamento de riscos. Um exemplo é perguntar como os empreiteiros e os locais seriam monitorados e controlados. Qual seriam a frequência e o tipo de comunicação com os stakeholders?

É preciso fazer uma avaliação de cenários e de “e se”? O que acontece se as entregas não forem o esperado? Quais são os riscos se houver problemas com os empreiteiros? Qual é o impacto de não ter recursos dedicados na equipe?

Essas reflexões e questionamentos podem auxiliar o gerente de projetos e a equipe a planejar proativamente, a gerenciar a qualidade do trabalho do empreiteiro, e a empregar o recurso necessário na equipe de projeto.

E como é na sua organização? Você pratica o gerenciamento de riscos? Como o planejamento do gerenciamento de riscos tornam seus projetos bem sucedidos?

Comece Agora!

falar-com-consultor-de-projetos

Quero falar com consultor

Converse com um de nossos consultores e descubra o que podemos fazer pelo seu negócio.

Fale com consultor

demosntracao-software

Quero ver uma demonstração

Veja em detalhes como o Project Builder funciona.

Solicitar Demonstração

teste-programa-portfolio

Quero fazer um teste

Conheça na prática e use o PB por 15 dias gratuitamente

Solicitar teste

A Project Builder tem uma equipe pronta para entender suas necessidades e propor soluções efetivas.
info@www.projectbuilder.com.br

Av. Rio Branco 109, sala 2201 (cobertura)
Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20040-004

© 2018 Project Builder
Gerenciamento de Projetos

endeavor_empresas
Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: