Blog PB

Tudo sobre Gestão de Projetos.

Conheça um jeito prático de categorizar os riscos dos seus projetos

Projetos quase sempre envolvem os mais diversos tipos de riscos. Isso porque riscos são condições não planejadas e podem ter efeitos decisivos em seu trabalho. Por isso, é sempre necessário um bom planejamento e priorizar tentativas de categorizar esses fatores para evitar posteriores problemas com seus projetos.

Categorizando riscos

Para categorizar os riscos dos seus projetos, é preciso analisar alguns fatores como o próprio planejamento de riscos, identificá-los e realizar análises de qualidade e quantidade. Além disso, planejar as respostas a estes riscos, monitorar e controlá-los são de fundamental importância.

No começo da criação de seu plano, saiba que é preciso alinhar seus objetivos e, dessa maneira, colocar em mente todos os riscos que podem aparecer e como eles serão identificados, monitorados e por fim respondidos. É muito importante que nessa fase sejam documentadas as informações de gerenciamento de risco, para que assim qualquer problema que surgir seja rapidamente solucionado.

Tipos

É de vital importância que se categorize e classifique os riscos para que você consiga melhor trabalhar com eles. Existem, por exemplo, os Ricos Políticos, que dizem respeito às políticas e normas de seu país. Há ainda os Riscos Econômicos, que se referem a questões envolvendo capital. Os Riscos Sociais englobam a cultura, o trabalho em equipe e a maneira como a empresa atua.

Os Riscos Tecnológicos são aqueles relacionados a problemas técnicos e operacionais. Os Legais dizem respeito às leis que sua empresa está subordinada. Já os Riscos Ambientais são aqueles que envolvem desastres naturais e mudanças relacionadas ao clima, por exemplo.

Resultados

Com uma boa metodologia para gerenciar riscos, os problemas serão resolvidos de forma mais simples. Portanto, o jeito mais prático e fácil de categorizar os riscos dos seus projetos é documentar e elencar as características dos riscos, para que quando eles surgirem no decorrer do processo, eles sejam respondidos e assim solucionados. Assim, não se coloca em perigo nenhuma parte do projeto e as chances de finalizá-lo são maiores. E com isso, seja qual for o problema que surgir, você sempre terá um plano de ação pronto para ser colocado em prática.

Tendo em mente o fato que problemas são inevitáveis porém solucionáveis, a palavra de ordem neste caso é “organização”. Qualquer projeto, antes de entrar em ação, precisa ser pensado e planejado, prevendo posteriores e possíveis problemas no percurso. É importante que já se tenha respostas e medidas prontas para determinado problema, a fim de minimizar seus efeitos.

Você conhece outras maneiras práticas de categorizar e se preparar para os riscos dos seus projetos? Compartilhe suas ideias com a gente nos comentários abaixo!

Comece Agora!

falar-com-consultor-de-projetos

Quero falar com consultor

Converse com um de nossos consultores e descubra o que podemos fazer pelo seu negócio.

Fale com consultor

demosntracao-software

Quero ver uma demonstração

Veja em detalhes como o Project Builder funciona.

Solicitar Demonstração

teste-programa-portfolio

Quero fazer um teste

Conheça na prática e use o PB por 15 dias gratuitamente

Solicitar teste

A Project Builder tem uma equipe pronta para entender suas necessidades e propor soluções efetivas.
info@www.projectbuilder.com.br

Av. Rio Branco 109, sala 2201 (cobertura)
Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20040-004

© 2018 Project Builder
Gerenciamento de Projetos

endeavor_empresas
Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: