Blog PB

Tudo sobre Gestão de Projetos.

gestão da qualidade gestão da qualidade

Conheça os 8 princípios da gestão da qualidade

Que tal garantir, não só o nível de qualidade do produto final da sua empresa, mas também custos menores, mais eficiência e uma boa relação tanto com clientes quanto com fornecedores e funcionários? Então você definitivamente precisa da ajuda da gestão da qualidade!

Confira agora mesmo quais são os 8 princípios dessa gestão e saiba o que realmente é preciso fazer para implementá-los na sua empresa. Acompanhe:

Foco no cliente

Para começo de conversa, o cliente deve ser o ponto central do negócio. E por mais óbvia que a afirmação possa parecer, a verdade é que muitas empresas ainda deixam essa questão em segundo plano. Na prática, o ideal é que a empresa se esforce ao máximo para não só atender, mas superar as expectativas dos clientes. O primeiro passo é relativamente fácil, podendo ser alcançado simplesmente ao ouvir o cliente e descobrir quais são suas reais necessidades.

Já o segundo degrau é um pouco mais complexo, porque exige que a empresa se antecipe, prevendo necessidades que nem mesmo o cliente chegou a detectar. Afinal, é por meio da identificação de tendências que o negócio conseguirá se colocar à frente dos concorrentes, conquistando a fidelização dos clientes.

Papel da liderança

Entenda desde já que o líder desempenha um papel fundamental na gestão da qualidade. É ele que comunicará, da forma mais eficiente possível, os objetivos e as metas da organização para a equipe, acompanhará como esses objetivos estão se desenvolvendo e identificará como cada um dos membros do time pode atingir o máximo do seu potencial no dia a dia da empresa. Ele tem ainda a função de manter um bom ambiente de trabalho, com funcionários motivados a dar seu máximo, sabendo delegar, acompanhar os resultados e se adaptar constantemente ao mercado. Para isso, é fundamental que deixe de lado o papel centralizador muito comumente encontrado no mundo corporativo por aí.

Envolvimento das pessoas

É fato: os recursos humanos são o ativo mais valioso dentro da empresa. Afinal, serão as pessoas, por meio do seu trabalho, que permitirão que o negócio atinja suas metas, cresça e saiba responder às flutuações do mercado. É necessário, portanto, envolver os colaboradores no processo, de modo que se sintam motivados, capacitados e estimulados a trazer contribuições para o todo.

Para alcançar esse objetivo, o gestor deve ficar atento a duas frentes. Na primeira, precisará buscar formas de motivar os funcionários, fazendo com que participem do processo decisório e dando espaço para que tragam novas ideias e soluções. Na outra frente está a capacitação. Para atingir o máximo de seu potencial, os colaboradores precisam receber treinamentos constantes, que os mantenham atualizados em relação às práticas mais eficientes e que forneçam ferramentas para melhorar os processos de trabalho. A capacitação ainda valoriza o funcionário, trazendo maior comprometimento com a empresa e aumentando a motivação.

Abordagem por processo

Uma empresa é muito mais eficiente quando aborda o uso de seus recursos e suas atividades do dia a dia como processos bem definidos, levando em conta tanto o ambiente externo como o interno. Assim, é possível compreender como cada área se inter-relaciona e quais exatamente são os papéis dos membros da equipe na busca pelo alcance dos objetivos. A abordagem por processo demanda a identificação dos responsáveis por cada atividade, a entrada e a saída de recursos e, claro, a definição do objetivo. Dessa forma, é possível reduzir drasticamente não só o retrabalho como prevenir erros e obter uma previsibilidade maior, o que aumenta a velocidade de produção e reduz os custos.

Sistematização da gestão

Para adotar uma abordagem sistêmica da gestão é necessário, primeiramente, entender como os processos se relacionam. Tais processos geram uma determinada demanda, serviço ou produto que, por sua vez, também se relacionarão com outros procedimentos da empresa. Quando esse sistema é compreendido em profundidade, passa a ser possível identificar formas de reduzir os custos do produto final, resolver eventuais problemas e criar ações de melhoria.

Melhoria contínua

O princípio da melhoria contínua é um dos mais importantes na gestão da qualidade, porque contribuirá diretamente para a competitividade da empresa no mercado. A ideia é simples: nunca acreditar que atingiu um patamar máximo. Com isso, busca-se sempre aprimorar processos, produtos e serviços. Essa melhoria constante permite que o negócio identifique preventivamente erros nos processos, reduza os custos de produção e possa oferecer ao cliente sempre o melhor produto final possível. Pense bem: o mercado é extremamente competitivo e está o tempo inteiro se reinventando, certo? Justamente por isso é tão importante seguir esse princípio!

Tomada de decisões

A tomada de decisões deve sempre ser feita a partir da análise cuidadosa de dados e informações e não pela simples impulsividade. Para aplicar esse princípio na empresa, é preciso, antes de mais nada, criar processos eficientes e confiáveis para a coleta de dados (tanto no ambiente interno da empresa como no mercado). Em segundo lugar, é necessário pensar em meios de transformar esses dados em informações rápidas e simples de acessar para aqueles que participam do processo decisório. Aí se terá um verdadeiro tesouro em mãos, pronto para apontar a direção correta rumo ao sucesso.

Relação com fornecedores

A palavra-chave para entender esse princípio é confiabilidade. Uma boa relação com os fornecedores não precisa ser benéfica apenas para a empresa. Muito pelo contrário, o ideal é que ela seja igualmente boa para o fornecedor. Assim, sendo ambas as partes beneficiadas, inevitavelmente surgirá uma parceria sólida. A construção dessa relação garante um fornecimento mais barato, dentro do prazo e com maior comprometimento dos envolvidos. Só um detalhe: para alcançar esse objetivo, deve-se realizar uma prospecção eficiente dos fornecedores e trabalhar constantemente para o estreitamento da relação.

Seguir esses princípios da gestão da qualidade é firmar um compromisso com a eficiência. E isso representa, como várias empresas de sucesso demonstram, ter processos otimizados, contar com um menor custo de produção e muito mais competitividade no mercado. Para que a implementação desses princípios seja bem-sucedida, porém, é fundamental que haja comprometimento de todos, desde a gestão até o colaborador lá da pontinha do processo.

Agora só não deixe de comentar aqui para nos contar se ainda ficou com alguma dúvida ou se tem uma experiência relacionada ao assunto que queira compartilhar! Participe!

Comece Agora!

falar-com-consultor-de-projetos

Quero falar com consultor

Converse com um de nossos especialistas sobre o Project Builder

Fale com consultor

demosntracao-software

Quero ver uma demonstração

Veja em detalhes como o Project Builder funciona.

Solicitar Demonstração

teste-programa-portfolio

Quero fazer um teste

Conheça na prática e use o PB por 15 dias gratuitamente

Solicitar teste

A Project Builder tem uma equipe pronta para entender suas necessidades e propor soluções efetivas.
info@projectbuilder.com.br

Av. Rio Branco 109, sala 2201 (cobertura)
Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20040-004

© 2018 Project Builder
Gerenciamento de Projetos

endeavor_empresas
%d blogueiros gostam disto: