Project Builder - Software de Gestão de Projetos

Maior Blog de Gestão de

Projetos do Brasil

Junte-se aos nossos 40 mil leitores e receba atualizações, ebook, webinario, planilhas, templates, artigos e dicas imperdíveis para ter sucesso na gestão de projetos

Os 7 segredos para uma gestão de projetos de alta performance.

Saiba mais...

7 templates gratuitos para quem está implantando um escritório de projetos PMO.

Saiba mais...

Curso: O valor do PMO estratégico.

Curso:
O valor do PMO estratégico
Saiba mais...

179

serie-desafios-comuns-da-gestao-de-projetos-desafio-3-gerenciamento-de-risco

Gerenciamos riscos o tempo todo, seja na vida pessoal ou no trabalho. Muitas vezes conseguimos eliminar alguns riscos com atitudes preventivas, mas em outras situações o negócio é tentar reduzir o impacto sofrido para que possamos continuar com nossos projetos.

No gerenciamento de projetos acontece da mesma forma. Quando estabelecemos o escopo do projeto, já definimos de antemão alguns riscos a que este projeto está sujeito, como por exemplo, temporadas de chuvas no sul, impossibilitando a continuidade de uma obra e, consequentemente, gerando o risco do atraso na entrega do projeto.

Continuar lendo
194

serie-desafios-comuns-da-gestao-de-projetos-desafio-2-escopo

O escopo é o que define todo o trabalho a ser desenvolvido no projeto, determinando desde os objetivos e metas até os requisitos necessários, as premissas e restrições do projeto, o cronograma e os marcos, entre outros.

Dentro do gerenciamento de escopo visualizamos 5 fases: planejamento, definição, EAP, verificação e controle. Determinados os 4 primeiros itens, cabe ao gerente de projetos e à sua equipe controlar o escopo até que ele mude. Sim, ele irá mudar, mais cedo ou mais tarde.

Continuar lendo
349

kit-tudo-que-voce-queria-saber-sobre-pmo

O PMO (Project Management Office ou Escritório de Projetos, em português), segundo o Guia PMBOK, é um corpo ou entidade organizacional à qual são atribuídas várias responsabilidades relacionadas ao gerenciamento centralizado e coordenado dos projetos sob seu domínio. Um PMO pode gerar e evidenciar valor dentro da sua organização, simplificando processos e alavancando sua capacidade de gerar resultados. Ele fornece informações precisas, confiáveis e de valor para apoiar a tomada de decisão sobre os projetos e/ou programas, identificando os que trazem mais resultados, dentre outras coisas.

Muito tem se falado sobre ele, porém nem todos conhecem e nem todas as empresas possuem um PMO. Sabemos que existem alguns desafios na implantação de um escritório de projetos, mas o retorno para organização é garantido.

No post de hoje você verá conteúdos com tudo que você queria saber sobre PMO. Confira:

Continuar lendo
513

como-aplicar-pdca-em-gestao-de-projetos

Embora a gestão de projetos seja uma atividade primordial para o sucesso de qualquer empresa no mercado, poucos são os empreendedores que conseguem estruturar esse processo para torná-lo viável, principalmente quando nos referimos às startups e às PMEs – que, evidentemente, precisam trabalhar com uma logística interna extremamente simples. O grande desafio é que, na maioria dos casos, a capacidade de execução dessas pequenas empresas não é suficiente para atender todas as suas demandas. A solução? Um pouco de organização e planejamento.

Plan, Do, Check, Act. Parece simples, certo? Pois é. O PDCA é um método que busca estabelecer uma gestão em quatro passos, normalmente utilizado para o controle e a melhoria qualquer tipo de processo ou produto – no caso, a própria gestão de projetos. Basicamente, esse modelo busca centralizar os esforços do empreendedor, que agora, com uma visão mais clara de como deve coordenar suas atividades, poderá acompanhá-las de maneira mais efetiva, sabendo exatamente onde precisa melhorar. A seguir, pretendemos esclarecer como o PDCA pode ser usado para a gestão de projetos. Confira!

Continuar lendo
411

gerenciamento-agil-de-projetos-uma-visao-pratica
Tenho me deparado com muitas pessoas me perguntando: “Mas Vitor, o que significa ser ágil em projetos?” e com algumas definições, tais como:

“Ser ágil é correr para fazer entregas rápidas, focando nas equipes autogerenciáveis”

Em primeiro lugar, quem acompanha minhas palestras e workshops, sabe que tenho algumas restrições à palavra “autogerenciável”. Acredito que a palavra mais adequada ser utilizada é auto-organização.

Continuar lendo

Últimos e-Books grátis:

  • 7segredosmatadores-blog
    Projetos
  • gerenciamentoagil-blog
    Produtividade
  • canvasmodel-blog
    Práticas